Oi,  ,

Tudo bom?

Após algumas semanas com essa newsletter emprestada para o Felipe Collins, CMO da ACE, volto a assinar este email.

Mas como ele fez um excelente trabalho ao longo das últimas três edições, resolvi homenageá-lo nesta edição com um dos temas sobre os quais mais temos conversado nos últimos tempos: liderança.

Para quem sonha em criar um negócio que seja tido como referência, liderar é um verbo que deve ter significado duplo - um para a concorrência e outro para o próprio time.

Fazer com que a equipe toda reme para um mesmo objetivo não é tarefa nada fácil (mas se fosse fácil, certamente não seria missão do empreendedor).

Aprender a liderar não é tarefa fácil. Quem está começando nessa missão deve ter a convicção de que vai errar muito ao longo do tempo. Contar com a ajuda de um bom mentor, com experiência na área, certamente ajuda, mas é com os erros e acertos do dia a dia que o empreendedor vai descobrindo seu estilo de gestão e como adaptá-lo às necessidades do time naquele momento.

A escolha das pessoas certas
Tempo de leitura: 12 horas

No clássico Empresas Feitas para Vencer, Jim Collins fala muito da importância das pessoas para separar as empresas que têm espasmos de crescimento daquelas que constroem bases capazes de sustentá-las por longos anos. Meu capítulo favorito do livro é o terceiro (Primeiro quem, depois o que), que traz uma porção de casos que ilustram bem o quanto um time bem formado é capaz de alcançar resultados incríveis e manter o foco mesmo quando as coisas estão crescendo de forma um pouco desordenada (quadro comum para uma startup, né?).

Para escolher quem merece ou não estar no mesmo barco, a tarefa deve começar com um exercício de autoconhecimento da liderança e da própria empresa. Sem ter clareza sobre qual sua cultura corporativa ou quais são os perfis de profissionais que trabalham melhor com você, fica quase impossível fazer uma aposta certeira. Aqui na ACE, por exemplo, além das entrevistas técnicas, todo candidato a se juntar ao time passa também por uma entrevista específica para a analisar o quanto ele está alinhado com os nossos valores.

Mantenha o sal no centro da mesa
Tempo de leitura:  2 minutos

Esta série de tweets sobre o livro Setting the Table é um resumo simples de como um líder deve agir no dia-a-dia. Os três passos apresentados no último tweet da série são aparentemente simples, mas reproduzem três tarefas extremamente complexas que fazem parte do dia a dia de qualquer líder.

Ajude o time a desenvolver novas habilidades
Tempo de leitura: 6 minutos

Outro papel fundamental de um líder é ajudar os membros do time a desenvolverem novas habilidades. Desenvolver um olhar voltado a métricas, por exemplo, pode ter impactos desproporcionais à rotina do negócio. Este artigo da Harvard Business Review, por exemplo, traz algumas dicas de como ajudar a despertar o lado data-driven dos seus liderados.

Mais duas leituras fundamentais

Por hoje é só, mas antes de me despedir e pedir seu feedback sobre a edição de hoje, quero deixar aqui mais dois livros fundamentais para quem quer ser um bom gestor: O Gestor Eficaz (do mestre Peter Durcker) e Administração de Alta Performance (do ex-CEO da Intel, Andrew Grove).

Então é isso! Não deixa de me escrever contando o que achou desta edição e também quais são os seus livros de gestão favoritos. Tem algum que moldou o jeito como você vê seu próprio negócio?

Abraços,
Gabriel Ferreira
Head de Conteúdo

© ACE
Rua Vergueiro, 1061
São Paulo, SP 01504-001
Brazil

 manage your email preferences 
 unsubscribe