ghlc-100.gif

Oi, ,

Tudo bem?

Os assuntos de hoje provam como boas iniciativas podem partir e ir para qualquer lugar ou idade: para salvar crianças na Tailândia ou para empreender antes dos 30. E o mundo dos negócios e das polêmicas anda movimentado: a Amazon tem entrado em polêmicas complicadas e o Vale do Silício continua cheio de disputa!

Boa leitura!

gif1-1

# Elon Musk e o submarino

Depois de 18 dias presos na caverna na Tailândia, o time de futebol e o treinador foram resgatados. E quem tentou ajudar foi Elon Musk. Como? Ele comentou em suas redes sociais que visitou o centro de comando da operação de resgate e que deixou um minissubmarino desenvolvido por suas empresas que podia tirar os meninos do local.

O chefe da operação agradeceu, mas disse que apesar da sofisticação do aparelho, ele não seria prático o suficiente para entrar na caverna. Mas a história não ficou só por aí!

Antes de visitar o local, ele publicou em seu Twitter diversas soluções para o problema - desde um tubo de ar que poderia ser inflado como um pula-pula, o que permitiria que os meninos poderiam sair da caverna caminhando, até a transformação de seus foguetes de exploração espacial no submarino de tamanho infantil oferecido.

Um típico caso de empreendedor que não pode ver um problema que já quer encontrar uma solução!

# Oi, Floripa!

Hoje e amanhã o time da ACE está em Florianópolis, participando do Startup Summit SC. É o maior evento de startups do Sul do Brasil e, pelo que me comentaram, está sendo incrível. Muitas boas startups e gente com vontade de fazer acontecer.

O evento marca também a chegada da ACE a Florianópolis. Nos próximos meses vamos inaugurar por lá um super escritório, que está sendo montado em parceria com o Grupo Cassol, uma das principais empresas do estado.

Estamos muito animados com mais essa inauguração, pois conhecemos bem o potencial de ecossistemas fortes como o existente em Santa Catarina

# Vale Soviético

gif2

Aparentemente o Vale do Silício e a União Soviética tem mais em comum do que imaginávamos. O pesquisador Anton Troynikov fez uma lista no Twitter com as similaridades.

Achei a lista muito divertida e fala muito sobre o perigo de se glamourizar muito algumas “entidades”.

Gostei especialmente desses itens: “Em ambos você demora anos para receber um carro que comprou. E quando o carro chega, você percebe que ele não é tão bom assim.” e  “As promessas de colonizar o sistema solar são corriqueiras.”

# Como largar tudo para empreender 

É muito comum em minhas conversas com empreendedores ouvir uma série de lamentos sobre como é difícil trocar um emprego estável pela vida de empresário. Não é fácil mesmo, mas temos muito a aprender com quem passou por essa experiência.

O Eduardo Vargas, co-fundador e CEO da Real Valor, startup do nosso portfólio que tem o objetivo de auxiliar os usuários a acompanharem seus investimentos e a tornarem suas carteiras rentáveis, é um desses casos.

O carioca contou pro blog da ACE como ele conseguiu largar seu emprego aos 24 anos de idade e empreender full-time.

As dicas têm tudo a ver com o propósito da empresa: se apoiar em educação financeira. Entre elas estão: metas financeiras, planejamento com antecedência, investimentos e economia. Se você estiver passando por essa fase, da dificuldade de sair do teu emprego para botar a mão na massa, recomendo a leitura.

#Curtinhas

  • Aula aberta Mas se ainda assim estiver com dificuldade de largar o teu emprego, na próxima quarta-feira, 17/7, ás 19h30, vou dar uma aula aberta na ESPM Tech sobre "como criar um novo negócio digital sem largar o emprego". A aula é um aperitivo do curso de pós para empreendedores em negócios digitais que a ACE e a ESPM lançaram em parceria. Não esquece de se inscrever aqui!
  • Decepção A Xiaomi, fabricante chinesa de smartphones, abiru o capital na bolsa, mas o resultado não foi bem o esperado.Na verdade, foi bem decepcionante. Ações fecharam com queda de 1,2% logo em seu dia de estreia, o que não pegou nada bem, já que a empresa sempre foi vista como um termômetro para as empresas de tecnologia chinesas, que estavam estimadas em $100 bilhões.
  • Polêmica no ar! Um relatório assinado por 2 ONGs denunciou um fato bem complicado para a Amazon: a empresa estaria permitindo que seus clientes comprem pijamas para bebês com imagens da Alt-Right, comunidade de extrema-direita americana (sim, aquela mesma do protesto em Charlottesville em 2017), figurinhas de ação de temática nazista e músicas e livros antissemitistas.
  • Tá podendo! A Paypal, logo depois de ter comprado a iZettle, fintech suíça, por $2,2 bilhões (no que foi a maior transação da história da empresa nos EUA), anunciou que está pronta para gastar mais $3 bilhões por ano só na compra de novas empresas. O objetivo, segundo o CEO Dan Schulman, é de adquirir empresas que possam trazer novas possibilidades de negócio.
gif3
  • Alô, senhora? O Duplex, novo assistente de voz do Google, tem sido cotado como um potencial para o mercado de call-centers, que pretende atingir até 2022 $20,9 bilhões de dólares. O assunto surgiu logo após o CEO da Google, Sundar Pichai, ter demonstrado como a assistente poderia ligar para um restaurante ou salão de beleza e facilmente marcar um horário sem que o estabelecimento percebesse que está conversando com um robô. Controverso ou impressionante?
  • Fofoca! Tanto a Uber quanto a Lyft (concorrentes diretas), parecem ter tido conversas para adquirir a Skedaddle, startup que monta grupos de trajetos de ônibus a partir de consumidores que estão indo em uma mesma direção. Os ambientalistas e as torcidas organizadas de times agradecem.
  • Brasil empreendedor Se engana quem acredita que o pólo de startups do Brasil é apenas em São Paulo ou no Rio de Janeiro. É o que essa matéria da Valor Econômico mostra, que 73% das startups estão concentradas em até 10 comunidades espalhadas pelo Brasil. Eu dei uma entrevista para a reportagem comentando o tema.
  • Kardashian who? A Kylie Jenner, da família Kardashian, ganhou a capa da Forbes com o título "Bilionárias americanas". O público não gostou muito, já que a garota de 21 anos, apesar de ser a 27ª maior ricassa dos EUA, não construiu o império sozinha - requisito essencial para compor a famosa lista da Forbes.
  • Você disse job? - A N2B, startup de health tech acelerada por nós, está em busca de um profissional da área de Design e UX para participar do time. Confere mais detalhes sobre a vaga aqui.
gif4

Por hoje é só. Depois me escreve contando o que você achou da edição de hoje. Adoro ler todos os feedbacks e respondo sempre!

Um abraço,

Pedro Waengertner
CEO - ACE
#GoACE | Twitter | Facebook | LinkedIn | Instagram