ghlc-100.gif

Oi,  ,

Tudo bem?

Um dos principais assuntos da edição de hoje é como conseguir mais dinheiro para sua startup. Mas trago também artigos sobre outros pontos bem sensíveis para quem empreende, como ter ações ligadas à cultura da empresa e como definir os próximos passos a tomar para dominar mais o mercado.

Boa leitura!

# O caminho da série A

giphy

Uma das características que investidores mais levam em conta na hora de escolher uma startup para investir é a capacidade do empreendedor de fazer fundraising - ou seja, de se conectar com os melhores investidores e convencê-los a fazer o cheque.

Se o cara sabe encontrar os melhores caminhos para levantar mais dinheiro - e tem um bom time e um produto encantador nas mãos, claro - a chance de o negócio ir para frente é muito maior.

Coincidentemente (ou não), o relacionamento com investidores e levantamento de novas rodadas é um dos maiores desafios para muitos donos de startup.

Pensando nisso, o pessoal da Conpass, empresa que faz parte do nosso portfólio, produziu um e-book com as melhores práticas para levantar uma série A.

Material de excelente qualidade, que contou com o apoio do time da ACE na elaboração. Baixa lá e depois me conta o que achou.

# Falando em fundraising…

Quem tem uma capacidade muito grande de se relacionar com investidores é Paul Malicki. Sócio e CEO da Flapper, startup do nosso portfólio, ele acabou de levantar uma rodada de R$ 3 milhões, para fazer os jatinhos da empresa voarem ainda mais longe.

A trajetória da Flapper é um grande case de como é preciso ter disciplina e dedicação para conseguir aporte dos melhores fundos.

Pedi para o Paul contar o passo a passo dessa jornada e o resultado é um post sobre como foi repetir o pitch 228 vezes até conseguir o cheque necessário para ajudar a empresa a alcançar um novo patamar. Leitura de cabeceira para quem pensa em levantar dinheiro.

# Marca própria

giphy

Se você acha que é difícil a Amazon ganhar ainda mais dinheiro com seu braço varejista, está achando errado. Jeff Bezos resolveu que não deve se contentar apenas com a margem de lucro sobre os produtos dos outros e já vem há algum tempo investindo na criação da marca própria da empresa.

Como costuma acontecer com as coisas que a empresa faz, os resultados da estratégia não são nada modestos. Para você ter uma ideia, um terço de todas as baterias vendidas online nos Estados Unidos já são da Amazon. O faturamento da marca de roupas dele deve ultrapassar o da Macy’s, outra gigantes americana, muito em breve.

Nada como ter uma relação de total proximidade com o cliente…

# Missiva ao comando

Os funcionários da Salesforce assinaram uma carta ao CEO da empresa, Marc Benioff criticando os contratos que a companhia firmou com a agência de Proteção de Fronteiras dos EUA.

A atitude não é bem uma novidade. Ultimamente tem virado moda o time de várias gigantes da tecnologia escreverem cartas para o alto comando das empresas questionando algumas das atitudes das organizações. Até o Google passou por isso há pouco tempo.

No caso da Salesforce, a briga tem como pano de fundo as controversas políticas de imigração implementadas por Trump na fronteira entre  Estados Unidos e México. Na carta, o staff expressa que a atitude tomada pelo CEO vai contra os valores da empresa.

#Curtinhas

  •  O segredo do digital A Forrester Consulting e a E&Y produziram um relatório baseado em entrevistas com 250 executivos sêniores de empresas de serviços financeiros dos EUA e um indicador é unânime: as empresas que se aproximam do digital geram muito maior valor para seus clientes. Como? Esses líderes digitais entendem que a plataforma é capaz de criar uma visão centrada no cliente.
  • Estado da inovação Quem também está com report novo na praça é a ACE. Acabamos de divulgar um estudo completo sobre inovação corporativa, com diversos achados e insights bem interessantes. Se você quer inovar em uma grandes empresa (ou conhece quem queira), baixa lá o relatório.
  • Girl Power O Tech Crunch entrevistou Katie Haun, que se tornou a primeira sócia da Andreessen Horowitz, venture capital queridinho do Vale do Silício. A a16z, apelido da firma, escolheu a profissional, que já foi até promotora de justiça dos EUA, para liderar seus fundos de crypto-moeda.
giphy
  • Tá vivo Quem acompanha os jogos da Copa (admito que não é o meu caso) já deve ter visto placas de propaganda com a marca Vivo. Mas apesar de ter um celular junto com a propaganda, ela não é da operadora brasileira, mas sim de uma fabricante chinesa de celulares que quer ser a próxima líder do mercado global de celulares baratos.
  • Conteúdo é rei Rumores de mercado apontam que a Apple planeja lançar um serviço de assinatura que englobe todos os tipos de conteúdo vendidos pela empresa - de música a vídeos, passando por e-books e notícias.
  • Tem valor O jornal Valor Econômico fez uma reportagem sobre o como tirar o melhor proveito dos projetos de aproximação entre grandes empresas e startups. Recomendo que você assista - e não só porque sou um dos entrevistados.
giphy

Por hoje é só. Depois me escreve contando o que você achou da edição de hoje. Leio todos os feedbacks e respondo sempre que possível!

Um abraço,
Pedro Waengertner
CEO - ACE
#GoACE | Twitter | Facebook | LinkedIn | Instagram