ghlc-100.gif

Oi,  ,

Tudo bem?

Antes de começar a edição de hoje, tenho que fazer alguns convites para você. Nossa área de eventos está a todo vapor e nas próximas semanas você terá uma série de oportunidades de conhecer a ACE e até se apresentar sua empresa para o nosso time. Dá uma olhada na agenda:

  • Dia 27 de março tem Open Mic em São Paulo e nosso startup hunter, Daniel Vasserman, está louco para ouvir seu pitch
  • Dia 5 de abril Ã© a vez do pessoal do Sul se apresentar no Open Mic em nosso escritório em Curitiba. Por lá, quem assiste aos pitches e dá os feedbacks é o chefe do recrutamento da ACE, José Gutierrez
  • Dia 10 de abril Ã© a data do maior evento da história da ACE: o Growth Summit BR, que vai reunir empreendedores, investidores e profissionais de inovação corporativa em debates sobre os desafios de virar gigante
  • Dia 12 de abril é o nosso escritório de Goiânia que recebe uma edição do Open Mic. Ítalo Nascimento, nosso head de aceleração no Centro-Oeste, vai estar todo ouvidos para quem quiser se apresentar.

Todos os eventos são super concorridos e têm vagas limitadas, então corre para não perder essa chance!

# É hoje

Hoje é dia de ACE Live. E o tema da vez é o Braskem Labs Scale, programa que desenvolvemos em conjunto com a Braskem para apoiar negócios que utilizem plásticos e químicos ou que tenham propostas para a redução do desperdício de alimentos.

A transmissão começa às 19 horas lá no nosso Facebook. Se você tem alguma dúvida sobre como a Braskem pode ajudar seu negócio ou como funciona o programa, é sua oportunidade de receber as respostas direto da fonte.

Para não esquecer, confirma sua presença no evento que nós criamos no Facebook!

# Pé no freio

Depois de todas as polêmicas que resultaram na troca de comando, um dos principais projetos da empresa - a criação de carros autônomos - enfrentou uma grande crise essa semana.

Um carro autônomo da companhia atropelou e matou uma mulher. É a primeira morte registrada por este tipo de tecnologia e o fato levou a debates sobre o quanto vale a pena seguir com essas pesquisas.

O Uber suspendeu temporariamente o projeto, mas outras empresas envolvidas no tema, como Google e GM, seguem os trabalhos- e alegam que as tecnologias que usam é mais segura.

# O inferno de Mark - de novo

Quem também não tem tido dias fáceis já tem um tempo é o pessoal do Facebook. Se eu acreditasse em astrologia, diria até que os astros não devem estar em um bom momento para o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg.

Já faz um tempo que a empresa vem se envolvendo em uma série de polêmicas - desde terem dado brecha para que os russos influenciassem o resultado das eleições americanas, até ter permitido impulsionamento de posts voltados a fãs do nazismo.

O último baque veio essa semana, quando o The Guardian publicou uma reportagem investigativa em que revelou que a Cambridge Analytics, consultoria que trabalhou em campanhas políticas como a que elegeu Donald Trump presidente e a que resultou na saída do Reino Unido da União Europeia, tinha acesso a dados de usuários do Facebook para criar campanhas absurdamente precisas.

E quer saber o que é pior? Os representantes da Cambridge apontavam a eleição brasileira deste ano como o próximo alvo da empresa.

É, de longe, o maior escândalo em que o Facebook já se envolveu. Até o fundador do WhatsApp, empresa que hoje faz parte do Facebook, aderiu à campanha #deleteFacebook.

Zuckerberg demorou um pouco pra se manifestar publicamente (primeiro convocou uma reunião para falar sobre o assunto com os funcionários da empresa) e depois disse que vai se empenhar para casos como esse nunca mais se repitam. Em breve, Zuck deve ir também ao parlamento britânico para dar explicações.

Parece que a história vai render.

#Relatos do SXSW

A Maytê Carvalho, CEO da b.pass, startup acelerada aqui pela ACE, foi para a edição deste ano do SXSW e voltou com um monte de experiência e informação para compartilhar.

Como aqui na ACE temos a cultura de que o conhecimento tem que circular, pedimos para que ela escrevesse um relato para o nosso blog sobre os principais aprendizados que trouxe de Austin.

O resultado é um post com cinco lições de empreendedorismo que ela viu por lá. São lições de gente como Elon Musk, Tim O'Reilly e Bozoma St John's, diretora de marketing do Uber.

Dá uma lida, porque vale a pena!

# Bolsa (meio) cheia

Amanhã o Dropbox vai estrear na Nasdaq. E ao que tudo indica a demanda pelos papeis da empresa de armazenamento de arquivos na nuvem vai ser grande.

Ontem a empresa subiu o preço que espera por suas ações, devido à forte demanda que vinha sentido de investidores.

Se o preço se confirmar no pregão, o Dropbox ficará avaliado em US$ 8,7 bilhões - um bom número, mas abaixo do valuation de US$ 10 bilhões que a empresa tinha conseguido em sua última rodada de investimentos, em 2014.

Bônus: Quem também está prestes a estrear na Bolsa é o Spotify. O pessoal do PitchBook preparou uma detalhada análise sobre a oferta da empresa - que vai ser feita direto na Bolsa, sem IPO.

# Curtinhas

  • Inovação no alvo No nosso blog tem um relato muito bom sobre a NOALVO. No post, contamos como essa startup do nosso portfólio tem feito para levar a inovação a um mercado super tradicional - o de mídia out-of-home. São bons aprendizados para quem está em setores que sempre fizeram as coisas do mesmo jeito.
  • Que beleza! A L'Oreal anunciou sua primeira grande aquisição de uma empresa de tecnologia. A gigante francesa comprou a Modiface, startup canadense que desenvolve soluções de realidade aumentada voltadas ao segmento de beleza.

  • Partindo do zero Todo dia sou abordado por gente que diz que tem uma ideia brilhante, mas não tira do papel por falta de recursos. Para quem está neste dilema, recomendo a leitura deste post feito para o Hackernoon, em que o time da startup ipdata conta como conseguiu tirar o projeto do papel sem gastar absolutamente nada.
  • Outra lição Mais uma boa história para quem não sabe bem como começar. A fundadora do Unplash, um dos principais repositórios de foto, conta como transformou o que era para ser um projeto paralelo em uma plataforma com milhões de usuários.
  • Os líderes caem Para quem acha que estar na liderança de um mercado é sinônimo de tranquilidade, a história do Yahoo! deve ser lida com atenção. A empresa foi uma das pioneiras da internet e dominou o mercado antes do surgimento de rivais como Google e Facebook. Hoje, a situação é bem outra... Uma reportagem da Fast Company mostra a trajetória de altos e baixos da empresa.

É isso, pessoal!

E se você ainda está em dúvida se vale a pena ir no Growth Summit BR, dá uma olhada nesse teaser do que o Marco Poli, um dos maiores investidores-anjo do Brasil, vai falar por lá. Depois de ler, já compra o seu ingresso antes que este lote acabe!

Um abraço,
Pedro Waengertner
CEO - ACE
#GoACE | Twitter | Facebook | LinkedIn | Instagram