A polêmica em torno do manifesto antidiversidade de um engenheiro do Google, nosso calendário de eventos e a Apple perto do primeiro trilhão

Oi,  ,

Tudo bom?

Antes de começar a news dessa semana, quero deixar um recado para os empreendedores que me leem: na próxima sexta encerram as inscrições para nossa última turma de aceleração do ano e também para os programas que desenvolvemos em parceria com a Basf (o AgroStart) e com o Grupo BMG (BMG UpTech).

Quem ainda não se inscreveu está marcando bobeira!

Também quero aproveitar para comemorar mais um pouco nossa parceria com a Bossa Nova Investimentos. Você deve ter visto na semana passada que recebemos um aporte do maior fundo de micro VC do Brasil e fechamos um acordo único na América Latina. A notícia recebeu cobertura em dezenas de veículos de imprensa e deixou a gente cheio de orgulho.

# Eventos ACE

WhatsApp Image 2017-08-10 at 11.52.40-918920-edited.jpeg

Essa galera aí da foto é um grupo de estudantes da Universidade de São Paulo. Eles integram o Núcleo de Empreendedorismo da USP e ontem vieram aqui na ACE conhecer o espaço e conversar com a nossa equipe.

Adoramos receber gente por aqui! Então quero aproveitar a oportunidade para te lembrar que estamos com inscrições abertas para o próximo ACE Tour (que acontece aqui em São Paulo, no dia 17) e para Open Mics em vários lugares do Brasil (Paraná, Brasília e Rio Grande do Sul).

O Open Mic é uma oportunidade muito bacana de apresentar sua empresa para a ACE e ouvir um feedback do nosso time. Dá uma olhada na agenda e reserve a sua vaga (elas são limitadas e costumam acabar rápido!)

Open Mic ACE Sul - 15 de agosto
Open Mic Brasília - 15 de agosto
ACE Tour São Paulo - 17 de agosto
Open Mic Tecnosinos - 17 de agosto

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

 

# Machismo no Vale

Nos últimos dias, o Vale do Silício foi sacudido com uma grande discussão sobre machismo e igualdade entre gêneros.

Tudo começou com um engenheiro do Google que publicou um texto reclamando das políticas de diversidade adotadas na empresas. Segundo ele, essas políticas são uma bobagem, porque as mulheres são biologicamente menos propensas a trabalharem na área.

Foi então que começou uma grande discussão, com defensores apaixonados de cada um dos lados dessa moeda.

No fim das contas, o engenheiro foi demitido e ficou a certeza de que ainda vamos precisar falar muito de diversidade.

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

 

 

# Que bicho é esse?

Se uma startup que vale US$ 1 bilhão é um unicórnio, como deveremos chamar a Apple quando ela chegar ao seu primeiro trilhão de valor de mercado?

Desde que a empresa surpreendeu o mercado com resultados bastante positivos no segundo trimestre deste ano, as ações da maçã não pararam de subir. Atualmente, a empresa vale pouco mais de US$ 800 bilhões.

Mas como as expectativas são de que a empresa lance boas novidades em breve (já está cheio de gente roendo as unhas na espera do iPhone 8), há quem diga que a escalada não vai parar antes de a empresa alcançar o valor de US$ 1 trilhão.

Como previsões estão aí para serem quebradas e tem muito especialista duvidando do poder dos próximos lançamentos de Tim Cook, o jeito é aguardar para ver o que acontece.

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

 

# Canais trocados

Os usuários da Netflix ficaram alvoroçados essa semana com a notícia de que a Disney vai retirar suas produções da plataforma a partir de 2019. (Quem é assinante da empresa no país pode ficar tranquilo, pois por aqui a relação continua firme.)

A ideia da turma do Mickey é construir a própria plataforma de streaming e, assim, não depender mais da Netflix.

A medida vai na contramão de uma tendência que tem se consolidado nos Estados Unidos. Várias operadoras de TV a cabo têm buscado a Netflix para fazer acordos e incluir a plataforma em suas programações. É uma forma de lutar contra os cord-cutters de quem falamos há algumas semanas aqui na newsletter.

Bônus: Enquanto tudo isso acontece, a Netflix fez a primeira aquisição da sua história: uma empresa de histórias em quadrinhos. A estratégia é, inclusive, lutar contra a saída de produtores importantes, como a Disney. Parece que vem muito filme de série de herói por aí.

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

 

 

# Mais Stories para contar

Mark Zuckerberg anda meio obcecado com essa história de acabar com o Snapchat. Depois de ter espalhado cópias do aplicativo pelas principais plataformas controladas pelo Facebook, ele agora vai levar seu Stories (também conhecido como Snap do Facebook) para o desktop.

E essa não é a única grande novidade que vem sendo testada pela rede social. Ainda este mês, a empresa deve lançar uma nova versão da sua plataforma de vídeo, facilitando a publicação de séries e outros conteúdos mais longos.

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

 

# As grandes inovam

Hoje de manhã reunimos mais de 30 pessoas no Google Campus, em São Paulo, para falar sobre inovação corporativa. A reunião foi um encontro do Brasil Ventures, grupo criado pela ACE, pelo StartSe e pela TozziniFreire Advogados para discutir inovação corporativa e corporate venturing.

Os encontros do grupo, que acabou de ganhar uma marca nova (essa bonitona que está ai em cima), são bimestrais e contam sempre com estudos de caso, pitches e discussões.

Nessa edição, os participantes conheceram o case Hack the World, da Ambev, e assistiram a um estudo sobre Open Innovation preparado pelo TozziniFreire e a um pitch da Upik, startup acelerada pela ACE.

Outra dica que dou para quem gosta de discutir inovação corporativa é assinar a Business Hack, newsletter assinada pelo Head da área de Corporate aqui da ACE, Thiago Ururahy, com discussões sobre o tema.

Compartilhe: if_3_939757.png if_twitter_317720.png if_linkedin_1807540.png

  

# Curtinhas

  • Smart? Tem uma porção de empresa por ai querendo criar a versão smart de produtos que já fazem parte da vida das pessoas (como relógios, geladeiras e carros). Neste artigo da Harvard Business Review, Carey Smith discute se toda essa inovação é realmente útil.

  • Adaptar ou... : Steve Blank sempre traz conteúdos relevantes em seu blog. No post mais recente, ele compartilhou sua participação em um episódio do Ideacast em que ele explicou por que as empresas só tem duas escolhas: se adaptar ao mercado ou adotar a adaptação feita pelos outros. Na verdade ele dá uma terceira alternativa, mas ela não é muito boa: morrer.

  • Start-Up Brasil: O Programa Start-Up Brasil, lançou seu novo edital, para seleção de 50 empresas entre este ano e o próximo. Cada empresa selecionada receberá um aporte de até R$ 200 mil.

  • Mãe, tô na revista: Já viram a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios que chegou nesta semana às bancas? Tem uma reportagem muito boa sobre as melhores aceleradoras do país e nós (claro!) estamos entre elas. A reportagem completa você só vê na revista, mas no site tem um teaser.

  • Premiados: Nossos acelerados da Alluagro acabaram de ganhar um prêmio importante do setor produtor de cana-de-açúcar, o Inovacana. Parabéns, pessoal, vocês merecem!
    alluagro.jpg
  • Coragem: Cristina Junqueira, uma das fundadoras do Nubank, contou como resolveu pedir demissão e se aventurar na vida de empreendedora no dia em que recebeu o maior bônus da sua vida. Recentemente, David Vélez, também fundador do Nubank, contou para as startups da ACE como transformou 20 slides na maior fintech brasileira.

  • Filhos que falham: Richard Branson é um bom exemplo de empreendedor de sucesso. Quando perguntado sobre como um pai poderia criar uma criança com a mente voltada ao sucesso, ele respondeu: deixe ela errar!

  • Olho no produto: A combinação entre um bom produto e um bom mercado é meio caminho andado para o sucesso de uma startup. Pensando nisso, organizamos uma semana toda focada em produto para as startups aqui da casa. Nosso acelerador Sulivan Santiago contou no blog sobre os principais aprendizados.

  • MVP do herói: A Marvel criou jogos em realidade virtual para Oculus Rift. O mercado ainda é muito pequeno, mas foi exatamente isso que motivou a empresa a entrar nele. A Marvel diz que quer aproveitar enquanto pouca gente usa óculos de realidade virtual para errar - quando o mercado for grande, eles já querem ter aprendido o máximo.

Antes de me despedir, quero fazer duas perguntas:

1) Já se inscreveu para a aceleração?
2) Já recomendou a Growthaholics para seus amigos?

Se respondeu não para qualquer uma delas, aproveita e faz isso agora!

Um abraço,
Pedro Waengertner
CEO - ACE
#GoACETwitter | Facebook | LinkedIn | Instagram

Not rendering correctly? View this email as a web page here.
Share the love (and growth!):