Oi, ,

Tudo bom?

Talvez você esteja estranhando receber a Smart Money em plena segunda-feira, né? É que a partir de agora você receberá este email semanalmente, com um resumo do que teve de mais importante na última semana.

Acho que assim nossa comunicação vai ficar ainda mais eficiente e proveitosa. Gostaria de saber sua opinião sobre essa mudança na periodicidade da minha newsletter.

# Onde estão as novas startups da internet?

Cada vez tem ficado mais difícil para o surgimento de novas startups de tecnologia relevantes. Segundo um artigo no site Vox, essa é uma realidade causada justamente pelo fortalecimento de grandes nomes da internet - como Google e Facebook. Essas empresas têm a política de comprar concorrentes assim que eles começam a incomodar - ou, quando não é possível, lançam serviços para asfixiar o crescimento dessa concorrência.

Isso explica, segundo o autor do artigo, porque nos últimos 10 anos não vimos o nascimento de nenhum novo grande nome em redes sociais e outros serviços digitais.

# Qual o impacto o impacto do maior VC do mundo?

No final do ano passado, o Softbank anunciou um fundo para investir US$ 100 bilhões em empresas de tecnologia. Desse total, US$ 93 bilhões já tiveram destino e o pessoal do CB Insights resolveu perguntar para gestores de outros fundos qual o impacto que eles achavam que os bilhões do Softbank estão trazendo (e ainda trarão) para o mercado.

Semana passada, aliás, o Softbank anunciou seu mais novo investimento: US$ 200 milhões para uma startup que cria jardins e hortas verticais.

# Grandes corporações e suas Startups de casas inteligentes

O gráfico abaixo, preparado pela CB Insights, mostra os prinicipais movimentos de fusão e aquisição ocorridos no mercado de automatização residencial nos últimos anos.

# Por que é tão difícil uma grande empresa inovar como startup?

Recentemente, o empreendedor e pesquisador Steve Blank lançou a pergunta: por que grandes empresas não podem inovar como uma startup? Segundo ele, a força inovativa das startups está justamente naquilo que é a maior fraqueza dessas empresas: por ainda estarem dando seus primeiros passos, elas não tem muita coisa com que se preocupar. Muitas vezes isso significa, inclusive, que elas não pensam duas vezes antes de violar a lei.

# Inteligência Artificial para encontrar as Startups mais promissoras  

A empresa Quid de inteligência artificial foi desafiada a fazer um estudo para encontrar as 50 startups mais quentes do momento. A Startup cruzou critérios como informações setoriais e movimentações dos mais bem sucedidos investidores VC e trouxe a lista. Interessante ver o levantamento dos setores onde deverão estar estas Startups.

# Melhores práticas do term sheet

Em um artigo no LinkedIn, o investidor Amit Garg, lista 3 regras de ouro para serem observadas antes de se assinar um term sheet.

# Desconfiança na Snap Inc.

Desde que se tornou uma empresa aberta, em março deste ano, a Snap (dona do aplicativo Snapchat) vem fazendo exatamente o que prometeu aos investidores, mas suas ações não param de cair. Em uma análise, o jornal LA Times explica que mais do que novas funcionalidades, os investidores querem que a empresa se torne lucrativa - o que parece longe de acontecer.


# No Blog da ACE

Uma explicação sobre os principais tipos de modelo de negócio e as vantagens e desvantagens de cada um deles.

Felipe Collins, head de Marketing, conta como funciona o processo de seleção das startups da ACE.

Esses conteúdos e muito mais você pode encontrar em nosso blog: https://goace.vc/blog/


# Notícias do Portfólio

# EUNerd

A empresa EUNerd, plataforma de serviços de TI para PMEs, acabou de lançar seu novo site

# Espresso

Espresso quer cuidar do lançamento e controle de suas despesas corporativas (Startse)


Se você tiver algum feedback ou quiser se aprofundar em algum dos temas ou no portfólio ACE, pode me responder esse e-mail e nos falamos.

Uma boa semana e boa leitura,
Mike Ajnsztajn
Co-Founder
#GoACETwitter | Facebook | LinkedIn | Instagram 

Not rendering correctly? View this email as a web page here.