Após 5 anos de experiência, mapeamos formas de reconhecer aquele empreendedor que só vai tomar o seu tempo e o dinheiro dos seus acionistas.

Oi  ,

Como responsável ou fomentador de inovação na sua empresa, certamente você já recebeu dezenas de contatos, seja por e-mail, Linkedin, Facebook ou até mesmo Instagram de empreendedores querendo demonstrar seu produto/solução.

Reflitamos: quantos efetivamente se tornaram um novo produto, negócio ou uma melhoria operacional para a sua empresa? Quanto tempo você gastou com ligações, e-mails, contatos e PoC (do inglês, Provas de Conceito)? Quantas pessoas acabaram se envolvendo?

Em um mercado com uma taxa de mortalidade de startups acima de 70% (nos 2 primeiros anos), uma das certezas que temos é que há mais gente ruim do que boa no mercado. São os chamados lemons, como descritos abaixo:

lemon: a car that you buy and you think is good, but it really sucks like hell and will break right after you buy it.

Lemon Cars Related Keywords & Suggestions - Lemon Cars Long Tail ...

Na ACE, nosso core business é detectar esse lemons e, de imediato, pararmos de perder tempo da equipe e dinheiro dos investidores com eles. Uma expertise bastante específica, dado que uma startup é uma empresa recente, não possui históricos de vendas e satisfação para uma análise padrão, como uma área de Compras ou M&A faria.

Porém, sua empresa abrir mão de possíveis parcerias apenas porque as startups não atendem a uma lista com 68 itens de validação de fornecedores é fechar os olhos para o que há de mais valor no ecossistema para grandes empresas: produtos e soluções rápidas e baratas.

Mas, há alguns hacks que posso te ensinar. Segue uma lista com os 4 tipos de empreendedor que você quer longe da sua empresa. Enjoy!

 

Os 4 tipos de empreendedor que você quer longe da sua empresa

1. O Cavaleiro Solitário

Ele teve a ideia. Ele montou a empresa. Ele executou a ideia. Ele é dono de 98% da empresa. Ele é a área comercial, afinal, ninguém sabe falar do produto tão bem quanto ele. Ele faz as reuniões com os desenvolvedores, contrata novos funcionários, define as campanhas de marketing e, enfim... deu para entender, não? Não é possível colocar de pé uma empresa escalável e de alto impacto sozinho. Aliás, não é possível nem lançar um produto com market-fit usando todos os chapéus dentro da empresa. Fuja desse empreendedor, ele está a um passo de quebrar e, se não estiver, não vai crescer com velocidade competitiva. 

2. O Top Secret

Reconhecer esse empreendedor é simples: ele não aceita nem tomar um café sem pronunciar as letras N.D.A. Talvez você se pergunte se o grande problema é o Non Disclusure Agreement, e eu afirmo que não. O problema é o que essa postura carrega como bagagem. Empreendedores viciados em NDA tendem a acreditar que tiveram uma ideia única e inovadora, que ninguém jamais pensou e que vão revolucionar o mundo. Bom, o mundo caminha para 9 bilhões de pessoas em breve... a chance de alguém ter uma ideia que NINGUÉM JAMAIS TEVE é zero! Um empreendedor que afirme isso não fez sua lição de casa, não enxerga competidores óbvios e, o pior de tudo, desconhece o mercado no qual quer atuar. 

3. O Arroz de Evento

Também conhecido como "o disruptor de nada". Ele está mais preocupado em ser visto no ecossistema do que em efetivamente sentar na frente do computador ou de um quadro e trabalhar em seu produto. O discurso geralmente é muito bom, cheio de disrupções e formas revolucionárias de mudar o mercado. E que podem até estar corretas, mas não possuem nenhuma validação e nenhum dado comprovando o sonho que ele vende. Esse empreendedor é particularmente perigoso, pois os gradens eventos do ecosssitema são os locais onde boa parte das grandes empresas vão para se atualizarem sobre o mercado, ou seja, ele consegue o acesso que um empreendedor realmente focado e bom não consegue... exatamente por estar trabalhando no produto.

4. O Empreendedor de Power Point

O mais nocivo do ecossistema. Não por ele, mas por quem está em volta. Um grande amigo meu costuma dizer que o problema não é o maluco, mas quem está em volta aplaudindo para ele dançar. O empreendedor de Power Point é aquele que não tem absolutamente nada além disso, também chamado de "casca de ovo" ou empreendedor de palco no jargão mais atual, e ele costuma estar cercado de serguidores leais, pessoas curtindo seus posts, frequentando suas "palestras" e dando 5 estrelas para seus "e-books" sobre como empreender. Uma simples pesquisa no Linkedin pode ser suficiente para descobrir um empreendedor de Power Point: ele costuma ser C-level de meia dúzia de startups... nenhuma com um produto real lançado no mercado.

Quer saber mais sobre esse último fenomenal empreendedor? Leia a matéria abaixo clicando na imagem:

 

 

Por que a indústria do empreendedorismo de palco irá destruir você

 

FASTFORWARDNEWSLETTER.jpg

Nota do Editor: Nessa seção, você vai conferir as novidades e melhores artigos nacionais e internacionais do mercado de inovação, startups e corporate venturing. Se quiser compartilhar um link para a próxima newsletter, é só responder este e-mail!

>> "Tudo que você aprendeu não serve mais" - ÉpocaNegócios

>> Visualizing Where Major US Banks Have Invested in Fintech - CBInsights

>> Cancer Cures, Gene Therapy, Pig Transplants, And More: 10 Early-Stage Biotech Startups To Watch CBInsights

>> Para este bilionário, é hora de investir nas startups do Brasil - Exame

>> BH cria espaço de conexão de startups para fomentar inovação - ComputerWorld

>> Rise of the Angel Investor: A Challenge to Public Policy - ThirdWay

Dica: Para ter certeza que meus e-mails vão parar na caixa certa de e-mails e não vão para o seu spam, por favor siga dois passos simples:

  1. Me adicione como contato no seu e-mail
  2. Se você usa Gmail, arraste essa mensagem para a aba “Inbox/Primário”

Você também pode convidar amigos e outros profissionais enviando este link para eles. 

Um abraço,

Thiago Ururahy
Head - ACE Corp

#GoACETwitter | Facebook | LinkedIn | Instagram

Not rendering correctly? View this email as a web page here.